Uma pergunta um tanto pretensiosa para um Psicólogo, não é mesmo? Mas te devolvo com outra pergunta: será que você precisa ir ao médico quando está tudo bem? Pois bem.. deveríamos, correto?

Então, por que será que relutamos tanto quando falamos de ir ao um profissional que cuida das coisas da alma, da psiquê?

Hoje com a ansiedade virando um item de tiracolo para muitos, e a depressão invadindo casas e mais casas, devemos investigar interiormente o porque não devíamos deixar de ir a um psicólogo. Vamos ao cardiologista para fazer exames preventivos do coração. Ou ao ginecologista para cuidar das mamas. Ou até a um Urologista para cuidar da próstata. Entre outras especialidades (oftalmologista, dentista, nutricionista) que vamos para nos ajudar a manter nossa saúde física em dia.

Mas quando vamos falar da saúde emocional… ah! isso é coisa de “doido”, eu não estou “louco”… estou bem!

Culturalmente temos uma grande tendência a cuidar muito do corpo e acabamos deixando de lado o que o ser humano tem de mais sublime: nossa mente. Já pensou que é (ou deveria ser) nossa mente (e alma) que comanda nosso corpo?

E as suas emoções e seus aspectos psicológicos, como é que andam? Todos nós precisamos cuidar de nossa mente, pois é a partir dela que desenvolveremos estratégias para lidar com as dificuldades do dia a dia de maneira clara e objetiva.

A vida fica mais leve quando sabemos lidar com situações de estresse, ansiedade, dificuldades e problemas de relacionamentos. E todas elas culminam sempre em um fator psicológico.

Os casos que os pacientes me procuram são os mais diversos. Desde bem estar como alcançar um objetivo, ou saber escolher uma profissão através de uma orientação vocacional ou realinhamento profissional; até casos de saúde mental, como depressão, transtornos diversos e problemas mentais mais graves.

Por exemplo, um jovem que quer ter mais energia e motivação no trabalho, mas não sabe o que está sugando as suas forças emocionais. Pessoas que não conseguem identificar e lidar com sentimentos, eu ajudo no processo de identificar e lidar com esses sentimentos estressores. Ou até como dizer NÃO para aquelas pessoas próximas sem se sentir culpada.

Falar com Psicólogo - Samuel Costa

PSICOTERAPIA

A Psicoterapia tem um começo, um meio e um fim. Busco trabalhar com bastante energia para que a saúde emocional dos meus clientes fique fortalecida e que seja estabelecida uma autonomia. Esses são os dois maiores tesouros que podem ser encontrados durante uma Psicoterapia: se fortalecer emocionalmente e criar uma autonomia.

PERGUNTAS FREQUENTES

Como é uma sessão de Terapia?

O cliente chega e logo começamos a conversar. Temos técnicas para deixar o cliente à vontade, criamos um espaço seguro para que fale tudo o que tiver vontade. Sobre o que o trouxe até meu consultório, se já fez terapia antes, se está confortável para começar a contar sua história. A Psicoterapia é um lugar para o autoconhecimento, sem julgamentos ou preconceitos.

Qual a diferença entre Terapia e Psicoterapia?

A Psicoterapia é um conjunto de técnicas utilizadas por nós psicólogos para o atendimento de nossos clientes. Essas técnicas variam conforme a formação do profissional e o público atendido (individual, casal, família, grupos), porém todas caminham para uma mesma direção: trabalhar com o ser humano e proporcionar um espaço de autoconhecimento aos clientes. Basicamente, podemos dizer que Terapia é um sinônimo de Psicoterapia no contexto do atendimento clínico de um profissional de Psicologia.

Sigilo profissional

“- Os psicólogos não podem contar para outras pessoas o que ouvem de seus clientes? Nem para amigos ou parentes dos clientes?”

É verdade, nós Psicólogos temos um contrato de sigilo com todos nossos clientes. O que for conversado em sessão será mantido em segredo. O que pode acontecer é que um caso mais complexo seja tratado na supervisão pessoal do profissional. Durante essa supervisão conversamos com outro colega psicólogo, geralmente com mais tempo de profissão, e discutimos o caso. Porém, sempre que isso ocorre é mantido o sigilo com relação ao nome ou qualquer outro dado que possa identificar o cliente.
PERGUNTAS FREQUENTES

Vergonha de falar sobre um assunto

“- Tenho vergonha de falar sobre o que está me motivando a fazer terapia, isso pode prejudicar o trabalho?”

Isso é muito comum durante a Psicoterapia. Alguns assuntos são muito delicados e leva algum tempo até que o cliente tenhaconfiança e segurança para contar ao Psicólogo. De qualquer forma, é importante usar o tempo de sessão de forma construtiva, reforçando outros pontos e deixando os mais delicados para mais adiante. “A ordem dos fatores não altera o produto”.

Tempo de Psicoterapia

“- Soube que uma terapia pode durar meses e até anos, isso é verdade?”

Sim, é verdade. Tudo vai depender da questão inicial e até onde o cliente quer chegar. Há ainda o diferencial sobre a linha terapêutica que cada profissional trabalha. Em minha experiência clínica as Psicoterapias mais curtas duram poucos meses e as mais longas podem chegar até 5 anos, mas as mais longas são a minoria. Questões pontuais são mais rápidas de trabalhar, quando é algo mais profundo o trabalho pode se prolongar.

Eu preciso de um Psicólogo? Eu não sou louco!

Essa é uma frase que ouço com certa frequência em meu consultório. Quase sempre vem de pessoas que nunca tiveram contato com um profissional da área, ou que não receberam informações suficientes sobre o serviço prestado por um Psicólogo. Aqui trabalho com a história de vida de cada cliente, posso garantir que é um momento único! Permitir-se experimentar fazer Psicoterapia é algo realmente especial.

Para esta questão há uma frase muito interessante do Albert Einstein:
“A forma mais pura de insanidade é fazer sempre as mesmas coisas e esperar resultados diferentes.” Ou seja, se não fizermos algo para mudar a equação de nossas vidas, de nossa história, teremos sempre o mesmo resultado.

Falta de tempo para fazer Terapia

“- Ah Samuel, mas eu não tenho tempo para isso! Tenho uma agenda super corrida!”

Vejamos então: uma semana tem 168 horas, que tal investir 50 minutos por semana para cuidar de sua mente? Essa é a duração de uma sessão de Psicoterapia. Pode-se marcar um horário para o final do expediente, por exemplo, sem nenhum prejuízo para o seu trabalho! Há ainda a possibilidade de realizar a Psicoterapia a cada 15 dias. É um formato que pode se encaixar perfeitamente em alguns casos.

Invista na sua qualidade de vida e em seu bem estar!
Procure um Psicólogo!

Samuel Costa
Psicólogo, Coach e Consultor
(14) 98114-9404 (TIM/WhatsApp)
Marília/Pompeia, SP (Atendimento Presencial e Online).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *